segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Análise do Jogo "O Elvas" vs Montargilense





Nesta 11ª jornada o Elvas recebeu o Montargilense, equipa difícil, com plantel recheado de brasileiros e africanos, nada menos do que onze, jogadores que militavam na zona da grande Lisboa e com alguma tarimba nestes campeonatos regionais. 

De qualquer forma o Elvas apresentou-se em campo como é habitual, com grande agressividade e pressão alta obrigando a equipa de Montargil a cometer erros e a não tomar o comando do jogo, uma vez que o Elvas, com grande sentido de antecipação cortava todas as linhas de passe, do excelente meio campo que esta equipa dispõe, quer taticamente, quer tecnicamente e do poderio físico que alguns dos seus jogadores têm e da velocidade dos alas. 

Esta primeira parte foi bastante equilibrada, até que o Elvas numa excelente jogada em que Ramos em velocidade fugiu ao central e capitão da equipa do concelho de Ponte de Sor, entrou na área disparando forte e colocado sem qualquer hipótese para o guardião Montargilense, fazendo assim o 1-0. Posteriormente a equipa raiana ainda dispôs de ocasiões para ampliar o marcador e resolver o jogo, mas foi perdulária e chegou ao intervalo com esta magra vantagem no marcador.

        Na segunda parte, o equilíbrio continuou, embora o Montargilense que tem um plantel mais recheado de valores, fez alterações refrescando a equipa e produzindo mais perigo, principalmente na ala esquerda, imprimindo maior velocidade e num passe de rutura obtiveram uma grande penalidade algo duvidosa, obtendo assim o empate definitivo, mas com a contrariedade do Elvas ficar reduzido a dez jogadores pela expulsão de Bruno Pragana, na sequência da falta da grande penalidade com o segundo amarelo em que o seu primeiro cartão amarelo foi de grande injustiça, uma vez que o jovem elvense desarmou o adversário sem falta mas o árbitro assim não o entendeu. 

A partir desse momento o Elvas foi obrigado a baixar as linhas defendendo, como era possível e já com muito desgaste, a equipa foi-se arrastando no campo, mas com valentia obteve o empate, embora estivesse 35 minutos a jogar com 10 elementos, mostrando uma excelente condição física. 


       As duas equipas obtiveram um bom desempenho, proporcionando um bom espetáculo, num dia cinzento e com uma arbitragem que não esteve ao nível do jogo.   

Sem comentários:

Enviar um comentário