segunda-feira, 12 de maio de 2014

Análise do Jogo "O Elvas" vs Sintrense


Jogo tranquilo com duas equipas com a situação classificatória definida, em que a equipa de Sintra fez um bom campeonato, atingindo os objetivos que se propunha alcançar. Quanto ao Elvas, preparou um plantel e uma equipa técnica que não se enquadraram nas exigências deste novo campeonato nacional de séniores e quando corrigiu o erro talvez tenha sido tarde demais, pois na realidade aquilo que veio a acontecer, foi que o novo plantel demorou muito a ganhar entrosamento e como é óbvio os resultados e os pontos não podiam esperar.

Relativamente a este jogo, o Sintrense entrou bem melhor no jogo, com mais circulação de bola e melhor conjunto foi à procura do golo, enquanto o Elvas limitava-se a esperar o seu adversário e em bloco baixo partir para transições ofensivas, aproveitando perdas de bola da equipa de Tuck. No minuto 17 numa perda de bola dos saloios Aricson faz um passe para Hemiliano que no corredor direito e em velocidade foi até à linha cruzou certeiro para Lourinho que oportuno driblou o central do sintrense e rematou ao canto direito da baliza sem qualquer possibilidade de defesa para o guarda-redes Crespo, fazendo um golo belo efeito. Mais tarde, na sequência de um livre Aricson perde uma boa ocasião para incrementar o marcador a favor do Elvas, cabeceando por cima da barra. Entretanto, o Elvas não fazia uma pressão alta sobre a zona de construção sintrense e Rui Monteiro orientava e distribuía o jogo a seu belo prazer até que no minuto 32 em trocas de bola rápidas o sintrense penetra no interior da defesa alentejana, onde aparece o angolano Herlander a rematar com êxito perante a passividade dos centrais elvenses e fazendo a igualdade no marcador. Ainda antes do intervalo, o jovem Rafael teve tempo para fazer um par de boas intervenções mostrando que tem qualidade, apesar da pouca experiência vai ganhando maturidade. Por outro lado, outro jovem, Hemiliano no minuto 40 fez uma grande jogada desfazendo-se de dois contrários e entrando na área passou para Lourinho que rematou sem êxito fazendo embater a bola no corpo de um defesa do sintrense.


Na segunda parte o sintrense foi à procura da vitória mas o Elvas fechou bem as linhas de passe da equipa de Sintra e esta não teve argumentos para penetrar na defensiva elvense que apesar de estar mais desgastada, continuava a aproveitar a pouca qualidade de passe do sintrense que me pareceu não justificar futebolisticamente uma diferença pontual tão grande, como a que ostenta neste momento (18 pontos a mais). No entanto, o Elvas poderia ter dado uma última alegria aos seus associados, se João Carapinha ou Lourinho não tivessem sido tão perdulários, nas ocasiões claras que dispuseram apanhando o sintrense em contra- golpe. Depois com as várias substituições efetuadas foram atenuando as oportunidades e o jogo ia-se distribuindo a meio campo, sem grandes alterações.


Para concluir, devo dizer que nestes dois últimos jogos em casa, o Elvas teve uma atitude digna perante a massa associativa, uma vez que, já se tinham esgotado os níveis de motivação e os objetivos a atingir não tinham sido atingidos, os jogadores foram sérios suando a camisola azul e oiro.



13 comentários:

  1. Há aqui uma pessoa que a cada comentário em prol do clube e da equipa da próxima época vem apenas deitar abaixo, fazendo transparecer que o Elvas não deve fazer nada, nem comprar nada, deve-se resumir à miséria e pensar pequenino como ele.
    Das duas uma: ou esta pessoa é afecta à direcção e por isso aprova o imobilismo desta ou é adepto de um algum adversário do distrital e está com medo de levar 7 ou 8 a zero para o ano outra vez.

    ResponderEliminar
  2. À questão que vem colocando em todos os comentários de adeptos que querem o melhor para o seu clube onde afirma a toda a hora quem é que paga aos jogadores, responde-se facilmente.
    Paga-se da mesma forma que sempre se pagou, com subsídios camarários a 80% e dádivas de empresas a 20%. Mas eu percebo que você não entenda isto, é natural. Vocês quiseram acabar com o futebol sénior e até com a CME se passaram a dar mal por isso mesmo desta CME não vai ninguém à assembleia nem sequer a ver o clube jogar aos domingos. E em relação às empresas nem comento. É lógico que nenhuma empresa vos dá nada porque conhecimentos neste âmbito têm zero.

    ResponderEliminar
  3. O primeiro parágrafo é totalmente inadmíssivel para a isenção que se espera de um blog afeto a um clube. Podemos ter gostos, mas sem nunca colocar em causa a seriedade, competencia e trabalho dos intervenientes. Dizer que o plantel e a equipa tecnica nao estava preparada para as exigencias, é não dizer a verdade. Basta comparar número de jogos e pontuação dos 2 treinadores esta época e os plantéis que tiveram à disposição. Além disso, o plantel que iniciou a época, nunca teve em lugar de descida. E é bom relembrar que esta equipa da 2a fase esteve em 5o na 2a fase e o treinador esta à 6 meses em Elvas. Jorge vicente teve á sua disposição Rafael, Danilson, Braima, Rui Cardoso, Greeg, Mané, Hemiliano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O primeiro parágrafo é a opinião do autor da crónica que como sócio do elvas deu a sua opinião. Como tuda na vida cada um tem a sua opinião o autor do texto tem a sua visão das coisas e temos de respeitar. Quanto ao blog é sem dúvida uma ferramenta para se discutir O Elvas mas não tem nenhuma ligação ao clube em sí se não ser dirigido por sócios do mesmo, logo podemos falar o que quisermos desde que não ofendemos ninguém. Espero ter esclarecido o senhor.

      Eliminar
  4. A Assembleia Geral do Elvas foi interrompida há uma semana.
    Faltam duas semanas para ser retomada.
    Alguém sabe de alguma diligência para formar lista?
    Sem estes ovos, nem vale a pena pensar em omeletas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlo Chilões na Assembleia do passado dia 5 de Maio foi constituida uma Comissão que tem como missão arranjar uma direcção até à próxima Assembleia dia 26 de Maio. Desta vez ninguém até ao momento apareceu com uma lista e então criou-se a tal dita comissão. Agora vamos esperar para ver o que acontece dia 26. O Elvas nunca caiu num vazio directivo por isso esperamos que não seja agora. Abraço

      Eliminar
  5. Luís Carapinha saiu da equipa antes do fim do jogo.
    Já tinha feito passes de rutura que poderiam ter dado golo. Por exemplo, para Lourinho, que ficou isolado à frente do guarda-redes.
    Jorge Vicente foi cauteloso. Corríamos o risco de fazer 2-1...

    ResponderEliminar
  6. Proxima época: projeto para 2 anos no distrital
    Treinador: Toni Vidigal e adjunto Juanito
    Presidente: Patrik Sequeira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostava mais da primeira dupla que se falou aqui Toni como treinador e Ruas como preparador mas se for assim também não desgosto, quanto ao presidente vamos ver se o Patrik se candidata ou não acho que há uns atrás também se falou nele vamos aguardar.

      Eliminar
  7. Depois das declarações à rádioelvas o Jorge Vicente deu a entender que não está disposto a treinar no distrital e muito menos por vários anos sem objetivos o que é compreensivel para um treinador com ambição e além disso é também a questão económica pois ele não quereá baixar o vencimento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manter um clube sem objectivos é o ideal para uma direcção acéfala, autista e imóvel. Assim, sem objectivos, cumprem tudo, ou seja nada!

      Se o interesse dos elvenses pelo Elvas já é pouco, imaginem jogar no distrital sem objectivos... para os patrocinadores e para a CME então seria espectacular!

      Eliminar
    2. Anónimo de 14 de Maio de 2014 às 18:22, eu e todos os outros sócios não queremos isso, mas o problema é que nem você nem os outros aparecem nas Assembleias. Eu tenho ido a todas as Assembleias e estas 2 últimas tem sido sempre o que se têm falado e digo-lhe já que não é a futura direcção que quer isso, isto foi proposto pelos sócios que estiveram nas Assembleias não pelas pessoas que estão na direcção. É verdade que o Joquim Santos também concorda em ficarmos no distrital mas também deixou bem claro que ficar no distrital não é sinónimo de pagar dívidas. Posso-lhe dizer que Eurico Candeias, Massano Simões, Sereno e entre outros deixo aqui alguns dos nomes mais conhecidos, defendem que O Elvas deve ficar no distrital até ter alicerces para voltar aos nacionais. Cabe agora aos sócios que não querem este desfecho que na próxima Assembleia se desloquem em massa para tentar evitar isto porque se forem os mesmos de sempre eu e mais um ou 2 que sei que não querem isto não conseguiremos evitar a situação. Os meus consócios que aqui falam e dizem isto e aquilo mas depois nas assembleias não os vejo tem de mudar a mentalidade porque é lá que o clube é gerido. Se na próxima Assembleia existir lista, e logo de seguida ser proposta esta opção e ganhar a direcção quer queira quer não terá de seguir as ordens dos associados mesmo que na parte pessoal a direcção também não queira subir terá de ser assim. Por isso toca a reunir pois estar aqui a críticar mas depois não se fazer nada não interessa.

      Eliminar
  8. A Rádio Elvas tem uma notícia que diz que a primeira reunião da comissão não deu sainete

    ResponderEliminar