segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Análise do Jogo Casa Pia vs "O Elvas"


Em anteriores crónicas tínhamos alertado que isto poderia suceder a qualquer momento, uma vez que o Elvas, nunca apresentou um futebol sólido e equilibrado em todo o campeonato, mesmo quando ganhou, porque as vitórias alcançadas foram sempre muito sofridas e temos a obrigação de atribuir toda a responsabilidade à equipa técnica, que desde a pré-epoca até à 7ª jornada não tem sabido orientar segundo aspetos técnico-táticos, aspetos da condição física e principalmente no aspeto pedagógico do relacionamento com os atletas. 

Fatores como lacunas defensivas graves e no caso deste jogo com o Casa Pia a enorme falta de pressão sobre o adversário deixando-o dominar o jogo a seu bel-prazer, ou os jogadores se recusaram a realizar as indicações do técnico ou este não as transmitiu para dentro do relvado o que é grave, das duas uma, ou Emanuel Baleizão não tem o balneário na mão, ou já imaginava que os nove pontos eram suficientes. Algo se passa de anormal, porque o discurso apresentado pelo técnico não condiz com aquilo que sucedeu em campo. É verdade que o plantel do Elvas tem um conjunto de jogadores com capacidade aceitável para este campeonato, embora tenha também alguns jogadores com bastantes limitações, mas aqui o que está em causa é o sistema utilizado, o modelo de jogo, a metodologia de treino e a mentalização dos atletas e esta equipa tinha que ser concebida de acordo com as características dos seus jogadores e nunca segundo as diretrizes dos manuais de futebol, que abordam as situações no geral.

Para finalizar, a direção do clube deve fazer uma reflexão sobre aquilo que se passou neste jogo e poder tomar algumas decisões, porque ainda está a tempo de solucionar os erros cometidos na pré-época. Os adeptos do Elvas não vão perdoar este resultado escandaloso que mancha a história do clube.


Sem comentários:

Enviar um comentário